Caracas Venezuela – Experiência não muito Agradável


Estive em Caracas a trabalho em Abril de 2008, numa breve estadia de três dias. Francamente, não foi uma experiência muito agradável. O aeroporto de Maiquetia fica próximo ao litoral e a viagem até o centro de Caracas subindo a serra é de aproximadamente 25km.

Assim que sai da área de bagagens do aeroporto foi incrível o número de pessoas que me abordaram oferecendo táxi e querendo trocar dólares por bolívares. Mesmo recusando as ofertas, eles me seguiram até o balcão de informações do aeroporto.

Perguntei aos atendentes quais seriam as medidas seguras para fazer câmbio e pegar táxi. Infelizmente, eles foram evasivos. Acabei por mim mesmo encontrando um escritório dentro do aeroporto especializado em câmbio. Utilizando as dicas que havia lido em guias de viagem sobre táxis, busquei as Ford Explorer pretas, que dizem ser as mais seguras (existem muitos táxis clandestinos no aeroporto).

Importante combinar o preço antes de subir no táxi, que custou por volta de US$ 70.00.

Em Caracas, me hospedei no Hotel President. O hotel tinha acomodações confortáveis para um padrão 3 estrelas. No entanto, o valor da diária foi de aproximadamente US$ 200.00 ou 850 Bolívares, caro pela qualidade das acomodações.

Os pontos que mais me incomodaram na Venezuela foram os congestionamentos e a qualidade do ar, fatores que estão de certa maneira interligados.

A causa destes problemas advém do fato da Gasolina na Venezuela ser mais barata do que Água (literalmente). Assim, ninguém utiliza ônibus, todo mundo utiliza carro. O problema é que a maioria dos veículos são antigos, quase todos pick-ups com motores grandes e poluentes. Houve um dia que tive a “brilhante” idéia de ir até uma feira de negócios no período da noite e sai do hotel por volta das 18 horas. A distância a ser percorrida de táxi era de aproximadamente 10 km. No final, às 20 horas eu ainda estava parado no meio do trânsito. Comecei a me sentir tão mal com toda aquela fumaça de escapamentos, com náuseas, que pedi ao motorista para que me levasse de volta ao hotel. Acabei mudando minha agenda e visitando a feira no dia seguinte pela manhã.

Na televisão do hotel, só dava Hugo Chaves fazendo tudo que possa imaginar: cantando, jurado de concurso e discursando longamente. Lembrei de quando eu era criança, quando havia na TV o Amaral Neto na Globo e o Dia do Presidente no programa Sílvio Santos.

Naquele ambiente, somadas a inflação e o desgoverno do país, eu me senti em minha infância nos anos 70 durante os governos militares no Brasil. De certa maneira foi um tipo de máquina do tempo para um período nada agradável de nossa história, uma amargo “déjàs vu”.

Na volta, para fechar com chave de ouro, haviam pessoas pobres pedindo dinheiro na fila do check-in no aeroporto. Realmente, foi algo inesperado considerando que se está dentro de um aeroporto.

Pelo que ando lendo sobre a Venezuela, as coisas não melhoraram desde a minha visita. Assim, a menos que tenha alguma obrigação profissional no país, não recomendo como visitação turística.

Anúncios

Sobre Heitor

Eu sou um prossional de vendas, casado, que tem como principais hobbies viajar e frequentar restaurantes. Quando dá para combinar as duas coisas, melhor ainda. A trabalho ou a passeio estou sempre aproveitando minhas viagens para conhecer novos lugares, restaurantes e culturas. Escrevo este blog para compartilhar um pouco de minhas memórias de viagem e também dos meus projetos futuros.
Esse post foi publicado em Caracas, Venezuela e marcado , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Caracas Venezuela – Experiência não muito Agradável

  1. Maria Rosa Campos de Andrade disse:

    Heitor:
    Você tem realmente uma memória de infância invejável.
    Incrível a comparação, num período que eu pensava que você só via desenhos animados e “Guerra nas Estrelas”.
    Seu blog está muito bom e, para sua mãe, tem múltiplas funções; inclusive conhecer melhor seu próprio filho.Bjs,
    Maria Rosa

  2. Heitor disse:

    Valeu mãe ! Beijos !

  3. Fabiana disse:

    Parabens pelo blog! Pude ter uma noção de como é a Venezuela, tambem pude comentar isso em meu trabalho. Obrigada! Beijos.

    • Heitor disse:

      Oi Fabiana ! Eu que agradeço pela visita ! Obrigado ! Se tiver alguma dúvida sobre viagens, fique a vontade para entrar em contato. Abraço ! Heitor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s